Em Macapá, vereador Jorielson Nascimento garante apoio a 4ª Copa República dos Esportes de Handebol

Teve inicio na última terça-feira, 20, a quarta edição da Copa República dos Esportes de Handebol, que aconteceu na quadra da Escola Estadual Deusolina Salles Farias.

O vereador de Macapá, Jorielson Nascimento (PRP), prestigiou a abertura do evento e também é um dos coladores da competição.

“Sabemos que todas as modalidades esportivas têm pouquíssimo apoio em Macapá, então decidimos nos unir e ajudar a comissão organizadora e certamente faremos uma excelente competição”, disse o vereador Jorielson.

Equipes– A copa conta com seis equipes: República dos Esportes, Mercenários, Phae, Clube Universitário, Tour de Hand e Arad Macouria, sendo que o último time é da Guiana Francesa, fazendo com que o torneio ganhe ares de disputa internacional.

Com a articulação do vereador Jorielson, a equipe da Guiana Francesa, Arad Macouria, pode ficar hospedada no Quartel da 22ª Brigada de Infantaria e Selva e o transporte foi cedido pelo comando do Corpo de Bombeiros, também uma ação do vereador.

Empenho– “Com empenho conseguimos hospedagem e transporte para a equipe que veio da Guiana Francesa e só temos a agradecer o General do Exercito Brasileiro, Viana Filho e ao comandante geral do Corpo de Bombeiros do Amapá, Coronel Wagner Coelho, pelo apoio”, informou.

A competição é realizada ela República dos Esportes em parceria com a Federação de Handebol do Amapá (FHAP).

Em Macapá, Vereador Cláudio mantêm voto a favor dos servidores municipais  

O vereador Cláudio Rodrigues (PDT) votou mais uma vez contra os Projetos de Lei, do Executivo Municipal enviados à Câmara Municipal de Macapá.

Trata-se de dois PL,s, que segundo o vereador, prejudicam diretamente os servidores municipais, retirando direitos dos trabalhadores.

Matérias– Cláudio diz que os PL,s, já aprovados, não asseguram nenhum direito a futuros servidores eventualmente aprovados em concursos públicos. A matéria, diz o vereador, não garante igualdade de direitos aos novos servidores. “Votei contra essa matéria por entender que a medida suprime o direito do servidor público municipal”, arremata.

Votação– As duas matérias foram aprovadas nesta sexta-feira, 23, pela maioria dos vereadores, durante sessão ordinária ocorrida na Câmara Municipal de Macapá. Os PL,s aprovados foram, a proposta de Emenda a Lei Orgânica do Município e o Projeto de Lei Complementar 009/17, os dois de autoria do Executivo Municipal.    

Em Macapá, FAF recepciona delegação de atletas franceses  

Nesta sexta feira, 23, pela manhã, esteve reunida em Macapá uma delegação de atletas franceses, representantes da Secretaria de Estado do Desporto e Lazer (Sedel) e membros da Federação Amapaense de Futebol (FAF).

O objetivo do encontro é estabelecer intercâmbio e firmar parcerias na realização de formação de cidadãos através do esporte e lazer.

Delegação– A Delegação Da Guiana Francesa (Clube Ara  de Macurya), composta por Tolsy Jean – Handebol, Ala’ís Jean Luc – Handebol, Ala’ís Alar – Atletismo e Handebol, Jocelyn Lagatry – Futebol, esta sob a coordenação do professor Ronaldo Nascimento, presidente da instituição República do Esporte.

O encontro se deu durante o café da manhã realizado na sede da Federação Amapaense de Futebol com a participação do secretário da Sedel em Exercício Fábio Marinho e do diretor administrativo da FAF, Neto Góes.

Intercâmbio– A delegação de atletas franceses permanecerá em Macapá até domingo, 25, realizando rodadas de conversa e troca de informações e experiências referente a vários projetos de esporte e lazer realizados no Estado do Amapá.

Em Macapá, vereador Marcelo Dias cobra da Prefeitura o cumprimento da Lei do “Botão do Pânico” nos ônibus   

 

A falta de segurança, aliada aos sucessivos  assaltos à mão armada, ocorridos dentro dos nos ônibus de Macapá, foi um dos temas debatidos pelos vereadores da capital durante a primeira sessão ordinária deste ano da Câmara Municipal de Macapá (CMM) desta quinta-feira, 22.

A pauta foi levantada pelo vereador Marcelo Dias (PPS), autor da Lei Municipal N° 2.224/2015, que obriga a instalação do    “Botão do Pânico” nos ônibus de Macapá.

Cumprimento– Marcelo Dias destaca que a lei foi promulgada pela CMM, em 2015, mas até agora, segundo ele, a Prefeitura de Macapá não consegue exigir do Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros do Amapá (Setap), que a lei seja cumprida.

O parlamentar promete acionar o Ministério Público do Estado para que possa intervir junto ao Executivo Municipal pela regulamentação da lei. Marcelo Dias também pediu apoio dos demais vereadores para exigirem do prefeito Clécio Luis (REDE) que a lei seja colocada em prática.

Monitoramento– Segundo o parlamentar, com a implantação do “Botão do Pânico”, cada ônibus de Macapá contará com um dispositivo que poderá ser acionado durante um eventual assalto no coletivo. O sistema vai permitir ainda o monitoramento em tempo real do ônibus e do assalto em andamento pela polícia militar.

Em Macapá, vereador Cláudio cobra da Prefeitura autorização para reformas de arenas esportivas

O vereador Cláudio Rodrigues (PDT) cobrou da Prefeitura de Macapá (PMM) a liberação urgente de titularidades de áreas para modernização e instalação de arenas esportivas com grama sintética, em Macapá.

Cláudio ressalta que o deputado federal pelo Amapá Roberto Góes (PDT) garantiu por meio de Emenda Individual, a liberação de aproximadamente R$ 6 milhões para obras de modernização e implantação de arenas com grama sintética em diversos campos de futebol da capital.

Segundo o parlamentar, a Prefeitura de Macapá precisa liberar com urgência a titularidade das áreas onde as arenas serão implantadas. “É imprescindível que a Prefeitura de Macapá autorize a execução das obras, caso contrário corremos o risco de perder os recursos já disponíveis em conta, que poderá retornar para os cofres da união. E se isso ocorrer quem perder é a população e os desportistas de Macapá”, sintetiza.

Arenas Esportivas– A Emenda Individual de Roberto Góes vai permitir a implantação de campos de futebol em grama sintética nas Praças esportivas dos bairros Pacoval (campo do Kurrú), Zerão, Marabaixo 3, Buritizal (praça dos Quarentões), Perpétuo Socorro e bairro Universidade, além do bairro Fonte Nova, em Santana e  Laranjal do Jari.

Pedido– Cláudio reforça o pedido ao prefeito Clécio Luis pela liberação de titularidade das áreas para que as obras sejam iniciadas de imediato. “A modernização das arenas vai desenvolver e incentivar o esporte e atender milhares de adolescentes, jovens e adultos em diversos bairros da capital”, observa.

A execução das obras será de responsabilidade do Governo do Estado.

Em Macapá, com apoio do vereador Jorielson Nascimento “Projeto Música na Praça” começa pelo Marabaixo 3  

O bairro Marabaixo 3, zona oeste de Macapá, sediou no último sábado, 17, o “Projeto Cultural Música na Praça” de iniciativa do vereador de Macapá Jorielson Nascimento (PRP).

A iniciativa do parlamentar conta com apoio de diversos parceiros. O projeto consiste em apresentações mensais artísticas e culturais por jovens de projetos sociais de bairros da capital e grupos teatrais de igrejas evangélicas, voltadas para a execução da música de boa qualidade.

Objetivo– Segundo o vereador Jorielson Nascimento, o projeto prevê ainda a criação de espaços alternativos onde a população possa prestigiar apresentações de alunos de projetos sociais desenvolvidos nos bairros de Macapá. “A intenção é mostrar para a sociedade o trabalho que é desenvolvido e às vezes esquecidos por pessoas que dedicam seu tempo a dar atenção a adolescentes ensinando música, teatro e canto. Isso, consequentemente, na maioria das vezes afasta esse jovem da vulnerabilidade social”, declarou.

O maestro e bombeiro militar, Elias Santos, coordenador da orquestra Agnus Dei, que é um projeto social, destaca a importância do projeto para toda a comunidade. “Somos também um dos entusiastas do projeto e ficamos satisfeitos com os resultados desta primeira edição e desta forma vamos continuar nos organizando para as demais etapas do projeto”, disse.

Economia– Outro ponto em observação é que além da programação cultural ainda existe a venda de comidas típicas, lanches e bebidas, aquecendo a  economia informal no bairro onde ocorre o evento. A 2ª edição do programa ocorrerá no mês de março com data e local a ser definido. 

 

Em Oiapoque, vereador Climar Fonteneles diz que 2018 será um ano de muito trabalho

O vereador de Oiapoque Climar Fonteneles (Avante) volta do recesso parlamentar revigorado e pronto para continuar sua luta em defesa da população daquele município.

Segundo o parlamentar, Oiapoque precisa cada vez mais do apoio de seus representantes, tanto dos vereadores, quanto da Prefeitura Municipal da cidade. “Nossa cidade enfrenta graves problemas de infraestrutura, precisamos do apoio de todos para alcançarmos o desenvolvimento de nosso município”, sintetiza.

Compromisso– Climar Fonteneles diz que enquanto vereador de Oiapoque tem buscado a união dos onze vereadores do município com o objetivo de contribuir com o desenvolvimento da região. “A Câmara Municipal de Oiapoque tem sido parceira da Prefeitura Municipal, temos ainda buscado apoio do Governo do Estado pelo bem estar do município”.

“Este ano não será diferente. Nosso mandato continuará a disposição de todo o povo de Oiapoque. Vamos continuar debatendo os problemas, os desafios e os avanços para nossa cidade. Nossos Projetos de Lei, Requerimentos, Indicações e Proposituras serão pautados nos anseios do nosso povo”, finaliza.

Horário de verão terminou no domingo

Moradores das regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste do país, atrasaram o relógio em 1 hora neste domingo, dia 18.

Isso porque, nesta data, acaba o horário de verão.

O ajuste vale para São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Espírito Santo, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Distrito Federal.

Com as mudanças determinadas pelo presidente Michel Temer, a duração do horário de verão foi reduzida.

Neste ano, ele começará em 4 de novembro, um fim de semana após o segundo turno das eleições, marcado para 28 de outubro.

Permanente desde 2008, o horário de verão foi instituído com o objetivo de economizar energia no país, para maior aproveitamento da luz solar.

Saneamento básico: Macapá é a 3ª pior cidade do Brasil

Passado um ano da divulgação oficial da pesquisa do Instituto Trata Brasil, a capital Macapá, continua entre as três piores cidades brasileiras no ranking das condições de saneamento básico entre as 100 maiores cidades do país.

A capital do Amapá ocupa a 98º posição. A pesquisa revela a vulnerabilidade da cidade de Macapá. O estudo analisou as condições de saneamento básico das 100 maiores cidades brasileiras. A capital do Amapá sempre ocupa os últimos lugares nas pesquisas sobre saneamento básico feitas no país. Desta vez não foi diferente, Macapá aparece  entre as três piores do Brasil, estando em 98º lugar.

Estudos – Os estudos são realizados desde 2009, com base nos dados oficiais do Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento Básico (SNIS).

Segundo o Instituto, “Os números são informados pelas próprias empresas operadoras de água e esgotos dos municípios brasileiros ao Governo Federal, portanto, são números oficiais das próprias cidades”.

Ranking negativo– Segundo o ranking, a cidade de Macapá foi um dos municípios que declararam que apenas 5,54% da população possui acesso aos serviços de coleta de esgotos, sendo assim a 3º pior cidade em saneamento do pais ficando à frente apenas dos municípios de Ananindeua (PA) que ocupou a 100º lugar e Porto Velho (RO) em 99º lugar. Nesses municípios, todos os indicadores são ruins, tanto na questão da coleta e tratamento de esgotos, quanto nas perdas de água.

Já os melhores municípios em saneamento são as cidades de França (SP) com 100% de saneamento ocupando o 1º lugar seguido da cidade de Londrina (PR) com 97,58% de saneamento e a 3º posição e ocupada por Uberlândia com 97,23%.

Os números apresentados pelo Instituto revelam que uma média de 35 milhões de brasileiros em todo o país não possuem acesso à água tratada e a metade da população não recebe o serviço de coleta de esgoto em suas residências. E apenas 40% dos esgotos gerados no Brasil passam por um tratamento adequado.

Também pode ser percebida uma grande lentidão nos avanços do setor e o baixo grau de investimento. O que torna cada vez mais difícil a meta da universalização dos serviços, que esta previsto para o ano de 2033 no Plano Nacional de Saneamento Básico.

Mais dados – Segundo o Instituto Trata Brasil, as 20 melhores cidades do estudo investiram juntas só no ano de 2014, o valor de R$ 827 milhões e arrecadaram R$ 3,8 bilhões com os serviços. Já a média de investimento dos últimos cinco anos (2010 a 2014) foi de R$ 188,24 milhões (R$ 71,47 por habitante/ano).

Sendo que os 20 piores municípios do Ranking investiram juntos, em 2014, o valor de R$ 482 milhões e arrecadaram R$ 1,9 bilhão com os serviços. Já se considerarmos a média dos últimos 5 anos, a média de investimentos foi de R$ 96,46 milhões (R$ 28,20 por habitante/ano).

Em Macapá, Câmara de Vereadores entrega comendas alusivas ao aniversário da cidade

Em Reunião Solene, na próxima terça-feira, 20, a partir das 9 horas, a Câmara Municipal de Macapá realiza a entrega de 260 comendas e títulos honoríficos a personalidades que se destacaram em diversos segmentos pela prestação de serviços relevantes ao município de Macapá.

A solenidade de homenagem é alusiva ao aniversário de 260 anos da capital do Amapá, transcorrido no dia 4 de fevereiro.

A Reunião Solene também marcará o início dos trabalhos legislativos da Câmara de Vereadores, que por conta de adaptações no sistema de som e elétrico do Plenário, teve que ser adiado.

Os 260 homenageados que receberão as comendas e os títulos honoríficos, foram indicados pelos 23 vereadores que compõem a Câmara de Macapá, obedecendo a critérios estipulados por lei municipal e o regimento interno da Casa.

Sessões Ordinárias– A partir da próxima quinta-feira, 22, as Reuniões Ordinárias ocorrerão com as discussões e votações de matérias em plenário. Neste segundo semestre, a Câmara contará com a atuação dos 23 Vereadores Jovens, eleitos em processo direto, pelas escolas estaduais da capital. A posse dos jovens parlamentares ocorre no dia 28 de fevereiro e o mandato terá duração de 6 meses.