Em Macapá, com apoio do vereador Jorielson Nascimento “Projeto Música na Praça” começa pelo Marabaixo 3  

O bairro Marabaixo 3, zona oeste de Macapá, sediou no último sábado, 17, o “Projeto Cultural Música na Praça” de iniciativa do vereador de Macapá Jorielson Nascimento (PRP).

A iniciativa do parlamentar conta com apoio de diversos parceiros. O projeto consiste em apresentações mensais artísticas e culturais por jovens de projetos sociais de bairros da capital e grupos teatrais de igrejas evangélicas, voltadas para a execução da música de boa qualidade.

Objetivo– Segundo o vereador Jorielson Nascimento, o projeto prevê ainda a criação de espaços alternativos onde a população possa prestigiar apresentações de alunos de projetos sociais desenvolvidos nos bairros de Macapá. “A intenção é mostrar para a sociedade o trabalho que é desenvolvido e às vezes esquecidos por pessoas que dedicam seu tempo a dar atenção a adolescentes ensinando música, teatro e canto. Isso, consequentemente, na maioria das vezes afasta esse jovem da vulnerabilidade social”, declarou.

O maestro e bombeiro militar, Elias Santos, coordenador da orquestra Agnus Dei, que é um projeto social, destaca a importância do projeto para toda a comunidade. “Somos também um dos entusiastas do projeto e ficamos satisfeitos com os resultados desta primeira edição e desta forma vamos continuar nos organizando para as demais etapas do projeto”, disse.

Economia– Outro ponto em observação é que além da programação cultural ainda existe a venda de comidas típicas, lanches e bebidas, aquecendo a  economia informal no bairro onde ocorre o evento. A 2ª edição do programa ocorrerá no mês de março com data e local a ser definido. 

 

Em Oiapoque, vereador Climar Fonteneles diz que 2018 será um ano de muito trabalho

O vereador de Oiapoque Climar Fonteneles (Avante) volta do recesso parlamentar revigorado e pronto para continuar sua luta em defesa da população daquele município.

Segundo o parlamentar, Oiapoque precisa cada vez mais do apoio de seus representantes, tanto dos vereadores, quanto da Prefeitura Municipal da cidade. “Nossa cidade enfrenta graves problemas de infraestrutura, precisamos do apoio de todos para alcançarmos o desenvolvimento de nosso município”, sintetiza.

Compromisso– Climar Fonteneles diz que enquanto vereador de Oiapoque tem buscado a união dos onze vereadores do município com o objetivo de contribuir com o desenvolvimento da região. “A Câmara Municipal de Oiapoque tem sido parceira da Prefeitura Municipal, temos ainda buscado apoio do Governo do Estado pelo bem estar do município”.

“Este ano não será diferente. Nosso mandato continuará a disposição de todo o povo de Oiapoque. Vamos continuar debatendo os problemas, os desafios e os avanços para nossa cidade. Nossos Projetos de Lei, Requerimentos, Indicações e Proposituras serão pautados nos anseios do nosso povo”, finaliza.

Horário de verão terminou no domingo

Moradores das regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste do país, atrasaram o relógio em 1 hora neste domingo, dia 18.

Isso porque, nesta data, acaba o horário de verão.

O ajuste vale para São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Espírito Santo, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Distrito Federal.

Com as mudanças determinadas pelo presidente Michel Temer, a duração do horário de verão foi reduzida.

Neste ano, ele começará em 4 de novembro, um fim de semana após o segundo turno das eleições, marcado para 28 de outubro.

Permanente desde 2008, o horário de verão foi instituído com o objetivo de economizar energia no país, para maior aproveitamento da luz solar.

Saneamento básico: Macapá é a 3ª pior cidade do Brasil

Passado um ano da divulgação oficial da pesquisa do Instituto Trata Brasil, a capital Macapá, continua entre as três piores cidades brasileiras no ranking das condições de saneamento básico entre as 100 maiores cidades do país.

A capital do Amapá ocupa a 98º posição. A pesquisa revela a vulnerabilidade da cidade de Macapá. O estudo analisou as condições de saneamento básico das 100 maiores cidades brasileiras. A capital do Amapá sempre ocupa os últimos lugares nas pesquisas sobre saneamento básico feitas no país. Desta vez não foi diferente, Macapá aparece  entre as três piores do Brasil, estando em 98º lugar.

Estudos – Os estudos são realizados desde 2009, com base nos dados oficiais do Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento Básico (SNIS).

Segundo o Instituto, “Os números são informados pelas próprias empresas operadoras de água e esgotos dos municípios brasileiros ao Governo Federal, portanto, são números oficiais das próprias cidades”.

Ranking negativo– Segundo o ranking, a cidade de Macapá foi um dos municípios que declararam que apenas 5,54% da população possui acesso aos serviços de coleta de esgotos, sendo assim a 3º pior cidade em saneamento do pais ficando à frente apenas dos municípios de Ananindeua (PA) que ocupou a 100º lugar e Porto Velho (RO) em 99º lugar. Nesses municípios, todos os indicadores são ruins, tanto na questão da coleta e tratamento de esgotos, quanto nas perdas de água.

Já os melhores municípios em saneamento são as cidades de França (SP) com 100% de saneamento ocupando o 1º lugar seguido da cidade de Londrina (PR) com 97,58% de saneamento e a 3º posição e ocupada por Uberlândia com 97,23%.

Os números apresentados pelo Instituto revelam que uma média de 35 milhões de brasileiros em todo o país não possuem acesso à água tratada e a metade da população não recebe o serviço de coleta de esgoto em suas residências. E apenas 40% dos esgotos gerados no Brasil passam por um tratamento adequado.

Também pode ser percebida uma grande lentidão nos avanços do setor e o baixo grau de investimento. O que torna cada vez mais difícil a meta da universalização dos serviços, que esta previsto para o ano de 2033 no Plano Nacional de Saneamento Básico.

Mais dados – Segundo o Instituto Trata Brasil, as 20 melhores cidades do estudo investiram juntas só no ano de 2014, o valor de R$ 827 milhões e arrecadaram R$ 3,8 bilhões com os serviços. Já a média de investimento dos últimos cinco anos (2010 a 2014) foi de R$ 188,24 milhões (R$ 71,47 por habitante/ano).

Sendo que os 20 piores municípios do Ranking investiram juntos, em 2014, o valor de R$ 482 milhões e arrecadaram R$ 1,9 bilhão com os serviços. Já se considerarmos a média dos últimos 5 anos, a média de investimentos foi de R$ 96,46 milhões (R$ 28,20 por habitante/ano).

Em Macapá, Câmara de Vereadores entrega comendas alusivas ao aniversário da cidade

Em Reunião Solene, na próxima terça-feira, 20, a partir das 9 horas, a Câmara Municipal de Macapá realiza a entrega de 260 comendas e títulos honoríficos a personalidades que se destacaram em diversos segmentos pela prestação de serviços relevantes ao município de Macapá.

A solenidade de homenagem é alusiva ao aniversário de 260 anos da capital do Amapá, transcorrido no dia 4 de fevereiro.

A Reunião Solene também marcará o início dos trabalhos legislativos da Câmara de Vereadores, que por conta de adaptações no sistema de som e elétrico do Plenário, teve que ser adiado.

Os 260 homenageados que receberão as comendas e os títulos honoríficos, foram indicados pelos 23 vereadores que compõem a Câmara de Macapá, obedecendo a critérios estipulados por lei municipal e o regimento interno da Casa.

Sessões Ordinárias– A partir da próxima quinta-feira, 22, as Reuniões Ordinárias ocorrerão com as discussões e votações de matérias em plenário. Neste segundo semestre, a Câmara contará com a atuação dos 23 Vereadores Jovens, eleitos em processo direto, pelas escolas estaduais da capital. A posse dos jovens parlamentares ocorre no dia 28 de fevereiro e o mandato terá duração de 6 meses.

Em Macapá, começam os jogos do Campeonato Amapaense de Futebol sub-20

Foi nesta quinta-feira, 15, a abertura oficial de mais uma edição do  Campeonato Amapaense de Futebol sub-20, a Copa no Meio do Mundo, que este ano conta com a participação de 16 equipes.

O primeiro jogo ocorreu na noite desta quinta-feira,15, entre as equipes do Cruzeiro e  Combatente, no estádio olímpico Zerão, a equipe do Cruzeiro começou melhor e abriu o placar, mas não resistiu a pressão do Combatente, que virou o jogo e venceu a partida por 3 a 1.

O segundo jogo da noite foi entre o Santos e o Mangueirão, outra partida bastante disputada, a equipe do Mangueirão também abriu o placar e não conseguiu resistir a pressão do Santos, que virou o jogo e fechou o placar em 4 a 1. Com o resultado lidera a chave A pelo saldo de gols, deixando a equipe do Combatente em segundo.

Mais jogos– O Campeonato Amapaense de Futebol Sub-20, continua neste sábado, 17, com os jogos entre São Paulo e Ypiranga, às 14 horas e entre MV13 e Santana, às 16 horas, jogos no estádio Zerão.

Organização – O Campeonato Amapaense de Futebol Sub- 20 é organizado pela Federação Amapaense de Futebol (FAF), presidida pelo desportista e deputado federal pelo Amapá, Roberto Góes.  

Em Breves, foragido que matou maior velejador do mundo é preso no Pará

Foi preso em Breves, no Marajó (PA), um dos assassinos do velejador neozelandês Peter Blake, crime que ganhou repercussão internacional no ano de 2001. Na época do crime, Blake era considerado o melhor atleta do mundo naquele esporte.

De acordo com informações da Polícia Militar de Breves, um dos assassinos de Peter Blake, identificado como José Irandir Colares Cardoso, estava foragido do Sistema Penitenciário do Amapá e foi abordado por policiais de Breves por estar em atitude suspeita na avenida Rio Branco.

José Irandir portava um documento no nome do irmão dele, Sérgio Roberto Colares. Mas, após uma pesquisa, os policiais descobriram que ele era um dos assassinos do velejador. Ele foi condenado a 35 anos de prisão em 2002, junto com outras seis pessoas envolvidas no latrocínio.

Caso de repercussão mundial- Peter Blake, de 53 anos, estava em uma expedição pela Amazônia quando seu barco, que estava ancorado no balneário da Fazendinha, em Macapá, foi assaltado no dia 05 de dezembro de 2001.

Os criminosos, que integravam um bando de “ratos d´água”, levaram apenas um relógio e um motor de popa, mas mataram o velejador, que reagiu ao assalto.

Histórico– Peter Blake nasceu na Nova Zelândia e era considerado um dos homens mais rápidos do mundo nos mares.

Peter ficou conhecido, dentre outros feitos, por dar a volta ao mundo em 74 dias, 22 horas, 17 minutos e 22 segundos.

Texto e Fotos: Jornalista Marcos Onias/RBATV.

No Rio de Janeiro, Beija Flor é a grande campeã do carnaval deste ano

A Beija-Flor de Nilópolis foi a grande campeã do carnaval oficial do Rio de Janeiro de 2018. O resultado foi divulgado na última quarta-feira, 14, pela Rede Globo. A Paraíso do Tuiuti foi eleita vice-campeã, com o enredo Meu Deus, meu Deus, está extinta a escravidão?.

Enquanto que a Beija Flor levou para o Sambódromo do Rio, o samba-enredo “Monstro é aquele que não sabe amar (Os filhos abandonados da pátria que os pariu)”. Enredo, que no final do desfile foi cantado em coro pelo público da Sapucaí, que  ocupou a avenida, seguindo a escola.

A Beija Flor fez um paralelo entre o romance “Frankenstein”, que faz 200 anos, e mazelas sociais brasileiras. Corrupção, desigualdade, violência e intolerâncias de gênero, racial, religiosa e até esportiva formaram o cenário “monstruoso”.

Histórico– Em 2008, a Beija Flor ganhou o carnaval carioca com o enredo “Macapaba: Equinócio solar, viagens fantásticas ao meio do mundo”, homenageando a capital Macapá, no Estado do Amapá, que este ano completou 260 anos de fundação.

Com mais este título conquistado, a Beija Flor já coleciona 15 títulos do carnaval do Rio de Janeiro.

 

Em Macapá, vereador Jorielson Nascimento articula e consegue legalização de terreno de igreja no Mucajá  

Após um pedido feito pelo mandato do vereador Jorielson Nascimento (PRP), a Prefeitura Municipal de Macapá (PMM) determinou a legalização de um terreno da igreja Assembleia de Deus –A Pioneira.

Segundo o parlamentar, o pedido foi feito pessoalmente ao prefeito da capital Clécio Luis (Rede Sustentabilidade) pela demarcação e legalização do terreno da Igreja Congregação Luiz Divina do Conjunto Mucajá, bairro Beirol.

Demanda– Jorielson Nascimento ressalta que a demanda foi direcionada imediatamente a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano e Habitacional (Semduh). A titular da pasta, Telma Lúcia Miranda da Silva, recebeu recentemente o vereador Jorielson Nascimento juntamente com os pastores Cristiano Madureira e esposa Claudete Valente, responsáveis pela igreja para encaminhar o processo de legalização do terreno.

Telma Miranda já determinou a sua equipe o inicio do processo de demarcação e legalização da área.

O vereador Jorielson Nascimento diz que além de ser um espaço religioso utilizado para a pregação da palavra de Deus, a igreja congrega também diversas atividades sociais da comunidade do Mucajá.

TRE-AP completa 26 anos de instalação neste sábado, 10/02

O presidente do Tribunal Regional Eleitoral, desembargador Manoel Brito, aproveitou a data magna, para prestar homenagens aos magistrados e servidores que foram protagonistas deste marco histórico para o estado – a implantação da Justiça Eleitoral no Amapá.

O Tribunal Regional Eleitoral do Amapá foi instalado em 10 de fevereiro de 1992, na cidade de Macapá/AP, provisoriamente nas dependências também provisória do Tribunal de Justiça do Estado do Amapá, localizado na rua Leopoldo Machado,2529, no bairro do Trem.

A primeira composição de seu pleno teve o desembargador Mário Gurtyev (presidente), desembargador Gilberto de Paula Pinheiro (vice-Presidente e corregedor regional eleitoral), Dr. Daniel Ribeiro (juiz federal), Dr. Carmo Antônio de Souza (juiz de direito), Dr. Raimundo Vales (juiz de direito), Dr. Edinardo Maria Rodrigues de Souza e Dr. Antônio Cabral de Castro (ambos representantes da OAB).

Eram cinco as Zonas Eleitorais existentes: 1ª Zona (Amapá); 2ª Zona (Macapá); 3ª Zona (Calçoene); 4ª Zona (Oiapoque) e a 5ª Zona (Mazagão). Para o funcionamento desta estrutura recém montada, foram requisitados servidores de outros órgãos da administração pública para compor a Secretaria do Tribunal e das Zonas Eleitorais.

Ainda em 1992 a sede do TRE-AP foi transferida para um prédio alugado pelo Governo do Estado do Amapá. Deste local foram coordenados o primeiro pleito eleitoral e vários plebiscitos no Amapá. Neste mesmo ano foi realizado o primeiro concurso para provimento dos cargos efetivos do Regional.

No ano 1993 foram instaladas as Zonas Eleitorais dos Municípios de: Laranjal do Jari – 7ª Zona; Tartarugalzinho – 8ª Zona; Ferreira Gomes e Porto Grande – 9ª Zona e Santana – 6ª Zona e os primeiros Postos Avançados no interior do Estado. Foi realizado o Plebiscito Nacional e outros plebiscitos específicos no interior do Estado para emancipação e conseqüente criação de municípios.

Somente em 1994 o TRE-AP foi transferido para a nova sede. Na instalação esteve presente o então corregedor-geral da Justiça eleitoral, ministro Cid Flaquer Scartezzini. E em 19 de fevereiro de 1999, foi inaugurado o tão esperado edifício sede do TRE-AP, que abriga até hoje a Secretaria do Tribunal.

Desembargador Manoel Brito, presidente do TRE-AP, ao lado do presidente do TSE, ministro Luiz Fux

Atualmente o pleno do TRE-AP é composto pelo desembargador Manoel de Jesus Ferreira de Brito (presidente); a desembargadora Sueli Pereira Pini      (vice-presidente e corregedora); Hilton Sávio Gonçalo Pires (juiz federal); Carlos Alberto Canezin (juiz de direito); Eleusa da Silva Muniz (juíza de direito); Léo Alexandro de Lima Furtado (jurista); Jâmison Nei Mendes Monteiro (jurista/ouvidor); e Nathália Mariel Ferreira de Souza Pereira (procuradora regional eleitoral).

Saiba mais sobre a história da Justiça Eleitoral do Amapá, acessando o site do TRE-AP, no link http://www.tre-ap.jus.br/o-tre/justica-eleitoral/nossa-historia