CF 2017: “Cultivar e guardar a criação”

Dom Pedro José Conti, bispo de Macapá

Iniciamos, na Quarta Feira de Cinzas, o tempo litúrgico da Quaresma, tempo que nos prepara para a vivência da Páscoa de Jesus, a sua paixão, morte e ressurreição. A vida dele foi um constante convite à “conversão”. Foi com estas palavras que iniciou a sua missão: “Convertei-vos, pois o Reino dos Céus está próximo” (Mt 4,17). Estas palavras também são repetidas no rito da imposição das cinzas sobre a nossa cabeça. Em geral, quando dizemos de acreditar em Deus, entendemos que “conversão” deve ser algo que pede alguma mudança. Talvez seja necessário pensar um pouco mais nEle, rezar mais, ir mais na Igreja. Também um pouco de “penitência” quaresmal, como comer ou beber menos, não fa z mal. Sempre podemos recuperar nos meses seguintes. Ajudar algum pobre também nos faz sentir altruístas e melhora a nossa autoestima. No entanto estes são somente os primeiros passos da “conversão”. Não porque Jesus seja tão exigente e nos peça algo de heroico. Não, a questão é outra. Deus respeita a nossa liberdade e ama a todos porque é um Pai que não sabe fazer outra coisa a não ser amar os seus filhos, também aqueles que já o excluíram dos seus pensamentos e projetos de vida. Se queremos ser cristãos precisamos aprender a pensar e a olhar as coisas da vida com o mesmo pensar e olhar de Deus, assim como Jesus veio nos ensinar. Esta é a verdadeira “conversão”. Deve ser algo que mexe com toda a nossa vida pessoal e social: ideias, valores, decisões, afetos e sonhos. Quem reza o Pai Nosso, sempre repete: “S eja feita a vossa vontade”. A “vontade” de Deus só pode ser o bem de todos porque o nosso Deus é amor (1Jo 4,8). Somente se temos esta visão grande e bonita de Deus entendemos porque os cristãos não podem ficar indiferentes com o que acontece aos seus irmãos e à própria natureza. A paternidade universal de Deus nos impele para uma fraternidade universal e a sua providência nos convoca para sermos colaboradores com ele dando continuidade à criação e transformando-a para que seja sempre bela e generosa.

Sem estas considerações e sem lembrar as preocupações expressas pelo Papa Francisco na Carta Encíclica “Laudato Sí” sobre o cuidado da casa comum, não entenderíamos porque a Campanha da Fraternidade deste ano nos convida, mais uma vez, a sermos mais responsáveis com as condições do planeta Terra. De maneira especial devemos prestar atenção às riquezas únicas com que a natureza presenteou o nosso Brasil. Temos seis “biomas” naturais que devem ser respeitados e preservados: a Mata Atlântica, a Amazônia, o Cerrado, o Pantanal, a Caatinga e o Pampa. “Bioma”, explica o Texto Base da Campanha, “é um conjunto de vida (animal e vegetal) constituído pelo agrupamento de tipos de vegetação contíguo s e identificáveis em escala regional, com condições geoclimáticas similares e história compartilhada de mudanças, o que resulta em uma diversidade biológica própria” (n.4). Cada “bioma” tem seu equilíbrio, seu jeito de se sustentar e sua própria função no conjunto global da região. Não só; a sobrevivência ou o desaparecimento destes “biomas” vai influenciar o clima e o equilíbrio ecológico do restante do planeta. Como sempre, estamos mais interligados do que conseguimos perceber: “somos cidadãos globais”. As condições da vida humana dependem também e cada vez mais da maneira como são usados, explorados ou preservados estes “biomas” com suas riquezas, suas limitações e fragilidades. O lucro das empresas ou o bem-estar de alguns poucos não podem ser mais as únicas motivações para o aproveitamento destes lugares. Está em jogo o futuro dos próprios biomas, das populações, das espécies animais e vegetais que deles tiram o seu sustento. Por isso falamos também de “conversão ecológica”. Precisamos mudar costumes, interesses e leis, se for necessário, antes que seja tarde demais. Devemos fazer isto em nome da nossa fé, se acreditamos que a Mãe Natureza é dádiva de Deus, ou em nome da própria Vida se temos a honestidade de admitir que somos somente hospedes de passagem neste planeta e que, portanto, não temos o direito de destruir o que, afinal, não nos pertence.   

Em Macapá, Vereadores de Oiapoque visitam o empresário Bruno Mineiro.

O empresário Bruno Mineiro, que já foi deputado estadual e mantém um grande círculo de amizades e vínculo com o interior do estado do Amapá, recebeu na noite desta sexta-feira (03), 2 vereadores do município de Oiapoque, eleitos no ano passado.

Os parlamentares, que vieram à Macapá para participar da posse do novo presidente do Tribunal de Justiça do Amapá, Carlos Tork, aproveitaram para fazer uma visita de cortesia ao amigo Bruno Mineiro.

Durante uma conversa agradável, os parlamentares falaram um pouco sobre a cidade de Oiapoque e as demandas a serem supridas durante seus mandatos. Também solicitaram a Bruno, que seja um elo com o poder público estadual, no sentido de garantir apoio e investimentos para o município fronteiriço.

Bruno Mineiro, que conhece bem a realidade de Oiapoque, e é reconhecido como uma grande liderança no interior do Amapá, disse que a cidade necessita urgente de investimentos, principalmente na sua infra estrutura e, por sua vez, também garantiu que levará essas demandas para o governador do estado, no mais breve possível.

Estiveram na reunião, os vereadores Ueslei Teles (PV) e sua esposa, e o vereador Francisco Moraes – Tarisca (PSB).

No Amapá, Escola de dança é notícia no programa “Como Será?”, da TV Globo

A Escola de Dança Petit Dance, em Macapá, capital do Amapá, será destaque nacional neste sábado, 4.

O programa Como Será?, exibido pela rede Globo de televisão, vai exibir uma matéria sobre o projeto Petit Dance, com destaque para a  bailarina Beatriz Aymores,  protagonista do espetáculo Ruth e Charles.

O professor José Cosme Carlisle, responsável pela escola, diz que o reconhecimento em nível nacional, demonstra o compromisso com que a Petit Dance, desenvolve seus projetos, inclusive os de alcance social.

José Carlisle diz que isso enche de orgulho os professores, alunos e pais de alunos, que confiam e apostam nos projetos da Petit Dance.

O professor destacou que a Petit Dance tem participado de festivais e de espetáculos de dança com frequência, uma dos mais comentados foi “O Conto de Sofia” no Teatro das Bacabeiras, em 2015.

O programa Como Será? começa as 7 da manhã deste sábado.

Em Macapá, Santos (AP) e Botafogo (RJ) abrem a Liga Ouro de Basquete.

A cidade de Macapá, capital do estado do Amapá, respira basquete nesta sexta-feira (03), e recebe o duelo entre as equipes do Santos (AP) e Botafogo (RJ), que abre a maior edição da Liga Ouro na história.

Isso porque a Divisão de Acesso ao NBB CAIXA conta neste ano com seis equipes, número recorde de participantes. Além destas duas que se enfrentarão na partida de inauguração, também fazem parte da competição Blumenau (SC), Brusque (SC), Contagem Towers (MG) e Joinville (SC).

O Santos (AP)

A equipe é a primeira da Região Norte na história das competições organizadas pela Liga Nacional de Basquete (LNB). Daí uma grande expectativa para a estreia na competição.

Embora formada há pouco mais de um mês, a equipe conta com jogadores experientes.

O Botafogo (RJ)

A equipe carioca conta com grandes atletas, como Jamaal Smith. O armador americano teve boa passagem pelo NBB defendendo Macaé e São José, liderando o time do Rio de Janeiro nas quartas de final em 2015 e a equipe paulista ao título estadual no mesmo ano.

O jogo será no Ginásio de Esportes do IFAP, 20h – na Rodovia 156, zona norte da capital.

Em Macapá, praças estão abandonadas e sem manutenção

A capital do Amapá continua sem a atenção básica do poder público municipal, quando se trata de manutenção das praças e logradouros públicos, utilizado para o lazer da população.

Esta situação foi denunciada na manhã desta quinta-feira (02), pelo vereador Dreiser Alencar (Rede), durante sessão ordinária da Câmara de Vereadores.

O parlamentar requer a construção e reforma de praças na cidade e citou como exemplo, dos bairros Jesus de Nazaré e do 34ª BIS.

Segundo o parlamentar, a praça do bairro Jesus de Nazaré já está abandonada há alguns anos e os moradores anseiam pela conclusão da construção que ficou parada, deixando os munícipes sem nenhum lugar para lazer no bairro, servindo ainda de abrigo para usuários de drogas e salteadores, e colocando em risco a segurança das famílias que ali moram.

Fotos: Fernanda Picanço

A praça que fica em frente ao 34ª Bis, “precisa de reforma e está com vários espelhos d’água que nunca foram utilizados e servem de acúmulo para as águas da chuva, sendo viveiro de mosquitos transmissores de doenças”. Pontua o vereador.

O parlamentar ressaltou ainda a situação das ruas que ficam em seu entorno são de difícil acesso em razão dos buracos existentes no loca.

Para Dreizer Alencar (Rede), as praças são locais de lazer para famílias, jovens e crianças. E precisam de uma atenção do poder público municipal.

No Amapá, PRF divulga resultado da Operação Carnaval 2017 e manteve índice “zero” em óbito.

A Polícia Rodoviária Federal, desde o dia 24 de fevereiro esteve desenvolvendo nas rodovias federais, a Operação Carnaval 2017. Uma operação simultânea em todo o país, que terminou às 23h59 do dia 1º de março de 2017.

Durante este período, no Amapá, a PRF desenvolveu ações em suas 3 Unidades Operacionais: Macapá, Tartarugalzinho e Oiapoque, assim como também trabalhou com equipes de ronda atendendo e fiscalizando o trecho compreendido entre os municípios de Porto Grande e Ferreira Gomes, reforçando os trechos mais vulneráveis a acidentes e com maior registro de criminalidade, de acordo com estatísticas da instituição.

Além do policiamento ostensivo, a PRF também promoveu ações educativas buscando sensibilizar motoristas e passageiros de seus papéis na construção de um trânsito mais seguro através do Cinema Rodoviário. Nas Unidades Operacionais (Postos) da PRF, o condutor foi convidado a assistir a vídeos que mostram comportamentos inadequados no trânsito e as consequências dessas condutas. Os motoristas têm a oportunidade de fazer uma reflexão sobre suas atitudes e assimilar novos hábitos.

Neste ano, foram 1.300 veículos e 2.060 pessoas fiscalizadas. Também foram realizados 807 testes de alcoolemia, 3 pessoas foram presas e 4 foram autuadas. Houve ainda 3 acidentes sem vítimas e 1 acidente com ferido.

Segundo o Inspetor Klebson Sampaio, Superintendente da Policia Rodoviária Federal no Amapá “o êxito da Operação Carnaval foi graças ao esforço e dedicação de cada servidor que este envolvido na operação”.

A PRF considerou positivo o resultado da Operação Carnaval 2017, pois mesmo com as adversidades com relação ao período chuvoso, nenhuma pessoa veio a óbito, o que é o foco principal da instituição, Salvar Vidas.

Com informações do Núcleo de Comunicação Social-PRF/AP

Em Macapá, vereador Grilo realiza mutirão de limpeza durante o carnaval.


O vereador Antonio Grilo (PV), e sua equipe de trabalho, aproveitaram o feriado de Carnaval, para realizar mais um mutirão de limpeza, no bairro Perpétuo Socorro, na zona norte de Macapá.

No mês de fevereiro, o mandato do vereador completou 421 mutirões de limpeza, totalizando 9.360 m³ de lixo retirados das ruas e logradouros públicos do bairro.

A ação realizada no entorno da escola Maestro Miguel, contou com o apoio da comunidade do entorno do educandário.

Em Macapá, Imagem peregrina de São José inicia visitas às instituições.

Começa nesta quinta-feira (02), as visitações da imagem peregrina de São José. O momento faz parte da programação da festividade do santo padroeiro do Amapá, que este ano traz como tema: “Quando acordou, José acolheu Maria como sua esposa” (Mt 1,24).

Este ano a imagem peregrina estará nas instituições públicas e privadas, e de forma especial, nas casas de famílias devotas de São José.

A programação acontece em dois momentos. Pela manhã a imagem visita os órgãos e instituições e a noite estará nas casas das famílias devotas. Nesta quinta-feira (02), 9h, a imagem visita o Palácio do Setentrião, Defensoria Pública e Secretaria de Estado da Educação.

As peregrinações da imagem de São José acontecem até o dia 9 de março e celebram junto com os fiéis católicos a preparação para mais uma festividade que traz como lema: “Acorda família! Com São José reaviva a sua fé”.

A PASCOM divulgou o cronograma de visitações:

Data

Hora

Local da chegada da imagem

 

02/03/2017

(Quinta)

9h

Governo do Estado do Amapá

10h

Defensoria Pública do Estado

11h

Secretaria de Educação – SEED

19h

Residência Sr. Francisco Araujo

Residência da Sra. Geralda Prazeres

03/03/2017

Sexta

9h

Prefeitura de Macapá

10h

Câmara de Vereadores

11h

Guarda Municipal de Macapá

19h

Residência Sr. Everaldo Rubens Fernandes

Residência da Srª. Cesarina Silva Perez

04/03/2017

Sábado

15h30

Residência da Srª. Maricá Torrinha Silva

17h30

Hospital São Camilo

06/03/2017

Segunda

9h

Escola Moderno

10h

Colégio Equipe

11h

Uninter

19h

Residência Sr. Cesar Bernardo de Souza

07/03/2017

Terça

9h

Ministério Público do Estado

10h

Polícia Militar do Amapá

11h

Abrigo São José

08/03/2017

Quarta

9h

Hospital das Clínicas Dr. Alberto Lima

10h

Maternidade Mãe Luzia

11h

PAI – Pronto Atendimento Infantil

 

09/03/2017

Quinta

8h

IAPEN

9h

Corpo de Bombeiros do Estado

10h

Hospital de Emergência

11h

Colégio Santa Bartolomea Capitanio

18h

Igreja São José

Em Macapá, Martta Britto conquista o terceiro lugar em Festival de Talentos

A cantora gospel Martta Britto conquistou o terceiro lugar no Festival de Talentos, da Igreja AD Avivar Macapá.  O concurso aconteceu em Macapá, capital do Estado do Amapá, e reuniu dezenas de participantes, entre cantores e calouros. Ela defendeu a música “A Gloria da Segunda Casa”, da cantora Gisele Nascimento.

“Conquistar o terceiro lugar para mim já me faz uma vencedora. Não canto para agradar as pessoas, mas para louvar e exaltar o meu senhor”, acrescentou a artista.

Martta Britto é de Laranjal do Jari, no sul do Estado. Ela canta desde os sete anos de idade. Em 2015, gravou o seu primeiro CD intitulado ” Uma nova estória”.

A cantora está residindo em Macapá, com agenda disponível para shows, festivais, concursos e apresentações em igrejas.

Mais Informações: 9 9196 -8709

Por Edy wilson Silva -Jornalista