No Amapá, PRF lança Operação Dia do Trabalho nesta sexta-feira, 28

 

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) começa nesta sexta-feira (28) a Operação Dia do Trabalho com foco nas fiscalizações de excesso de velocidade, embriaguez ao volante e ultrapassagens irregulares. Com reforço no efetivo, a operação vai de 00h desta sexta-feira até às 23h59 da próxima segunda-feira (1). Durante este período, policiais rodoviários federais reforçarão a fiscalização nos trechos com maiores índices de acidentes e crimes, de acordo com estatísticas do órgão.

A operação contará com ações de educação para o trânsito com objetivo de reduzir o número de acidentes, além de promover segurança e fluidez do trânsito aos usuários das rodovias federais. Também serão realizadas ações operacionais direcionadas para o combate à criminalidade.

Durante os quatro dias de operação, a PRF também contará com reforço na fiscalização de motocicletas, com foco nas infrações que potencializam a ocorrência de acidentes e sua gravidade como uso e regularidade do capacete, equipamentos obrigatórios, sistema de iluminação e habilitação.

Maio Amarelo

Na segunda-feira (1º de maio), a PRF também inicia a campanha Maio Amarelo, que prevê várias ações coordenadas com o objetivo de reduzir mortes no trânsito. A Organização das Nações Unidas (ONU) estabeleceu a década 2011 – 2020 como a Década de Ações pela Segurança no Trânsito, convocando todos os países signatários da Resolução, entre eles o Brasil, para desenvolver ações para redução de 50% de mortes em 10 anos.

Educação para o trânsito

Além do patrulhamento ostensivo, a PRF também promoverá ações educativas buscando sensibilizar motoristas e passageiros de seus papéis na construção de um trânsito mais seguro. Nos postos PRF, o condutor será convidado a assistir a vídeos que mostram comportamentos inadequados no trânsito e as consequências dessas condutas. Os motoristas têm a oportunidade de fazer uma reflexão sobre suas atitudes e assimilar novos hábitos.

Nos últimos dois feriados, Semana Santa e Tiradentes, a PRF registrou índice “zero” em mortes e a intenção é manter o mesmo índice na Operação Dia do Trabalho também.

Núcleo de Comunicação Social – SRPRF/AP – Inspetor Nonato

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *