No Amapá, policial que matou namorada é acusado de feminicídio

O policial Militar Kássio Mangas que está preso por matar a ex-namorada, a policial Emily Karine de Miranda Monteiro, foi denunciado pelo Ministério Público do Amapá (MP) por crime de feminicídio. A denúncia foi feita nesta última terça-feira, 28.

A cabo PM Emily Miranda foi assassinada no dia 12 deste mês (Dia dos Pais). Relatos da Polícia Civil e de familiares da vítima, Emily e Kássio eram namorados e há dois anos moravam juntos.

Ainda segundo os relatos, no domingo pela manhã o casal discutiu e terminou o namoro. O acusado que não aceitou o fim do relacionamento retornou por volta das 17h30 a casa ondem residiam e atirou com a ex-namorada.

Feminicídio– Segundo o promotor Iaci Pelaes, titular da  Promotoria do Tribunal do Júri, o caso é tratado como feminicídio. A denúncia aponta que Kássio praticou o crime por não aceitar o fim da relação. “Isso demonstra uma clara mentalidade machista e violenta contra a mulher, considerado um comportamento inaceitável. O Ministério Público vai atuar para que o agressor seja julgado ainda neste ano, para que o mesmo tenha uma punição exemplar”, finaliza Iaci Pelaes.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *