Compra de produtos e serviços de informática têm novas regras para evitar fraudes no governo

As novas regras editadas pelo governo para compra de serviços de comunicação e tecnologia buscam evitar fraude e corrupção.

A medida tem o objetivo de desburocratizar a aquisição de serviços, como armazenamento de dados, cadastros de pessoas, pagamentos de benefícios a servidores e plataformas de e-mail, por exemplo.

Também vale para a compra de computadores e servidores.

Segundo o Ministério da Economia, as novas normas vão aumentar a transparência nos processos, e evitar situações como o recente escândalo do INSS.

Uma das medidas é a proibição de gastos com a construção e ampliação de data centers – estruturas para armazenamento de dados, como os do Bolsa Família e alunos inscritos no Enem.

A alternativa, agora, é o armazenamento em nuvem.

O governo quer, ainda, centralizar a compra de softwares, para evitar a duplicação de gastos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *